top of page

Organização do FIG 2024 volta a repercutir na ALEPE

Resumo do debate na ALEPE sobre o Festival de Inverno de Garanhuns (FIG):




A reunião plenária da ALEPE trouxe à tona preocupações sobre o custo, a descaracterização e a possível privatização do FIG. Parlamentares expressaram receios quanto ao futuro do evento, destacando a tensão entre a prefeitura e o governo estadual, o que levanta incertezas sobre a continuidade do festival. Débora Almeida (PSDB) questionou a sustentabilidade financeira do evento, enquanto Izaías Régis (PSDB) e João Paulo (PT) expressaram preocupações sobre a privatização e a preservação da essência cultural do FIG.


Rodrigo Farias (PSB) defendeu a Prefeitura de Garanhuns, argumentando que a falta de diálogo do governo estadual contribuiu para a situação atual. Romero Albuquerque (União) também enfatizou a importância do diálogo na resolução dos conflitos.


Opinião do Guia do FIG:

Diante das discussões na ALEPE, o Guia do FIG mantém uma postura neutra, focando em promover um FIG 2024 grandioso, preservando suas características originais como o maior festival multicultural da América Latina. Defendemos que é crucial encontrar um equilíbrio entre a viabilidade financeira e a preservação da identidade cultural do evento. O diálogo entre as partes interessadas é fundamental para garantir o sucesso e a continuidade do FIG, sem comprometer sua essência.


Além disso, acreditamos que a municipalização do FIG pode ser uma alternativa viável, desde que as características que o tornam único sejam preservadas. É essencial que a identidade multicultural e o espírito comunitário do festival sejam mantidos, independentemente de quem esteja à frente de sua organização.


Além disso, defendemos que o Governo do Estado deve continuar sendo um dos principais patrocinadores do evento. Sua participação é fundamental para garantir a sustentabilidade financeira e a abrangência do festival, permitindo que ele continue a atrair artistas de renome nacional e internacional, além de proporcionar experiências culturais enriquecedoras para o público.


Portanto, nossa visão é de que o FIG 2024 deve ser uma celebração da diversidade cultural e um reflexo do compromisso conjunto entre governo, comunidade e setor privado em promover e preservar o patrimônio cultural do estado de Pernambuco e do Brasil.

2 comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
Renato Silva
Renato Silva
02 de mai.

Acabo de ler essa matéria sobre o FIG 2024 e gostaria de alguns instantes para fazer algumas observações, sou um anônimo que fica no chão dos palcos

Moro em Garanhuns por toda minha vida (36 anos), sou um apaixonado por minha cidade e torço pra que um dia tenhamos algum destaque...

Um dos maiores eventos que temos é o Festival de Inverno, que infelizmente foi conduzido durante anos pela FUNDARPE, e a anos não temos um evento digno de se chamar Festival, não estou aqui desmerecendo nenhum artista, mas a crítica é de modo geral, TODOS OS ANOS sempre foi a mesma coisa, a FUNDARPE anunciava a programação 2 semanas antes do evento, quem vinha de fora não tinha como…


Curtir
Respondendo a

Concordo contigo!

Curtir
bottom of page