top of page

Dança nos palcos, nas ruas e em cada canto do FIG 2022

Serão 11 dias de programação na linguagem e 19 atrações, entre espetáculos, performances e exibição de filme


Júlio Morais/Divulgação

O Festival de Inverno de Garanhuns cresceu em sua 30ª edição, e com ele as suas atividades. Com a dança não foi diferente. Serão 11 dias de programação (na última edição foram oito) e 19 atrações, entre espetáculos, performances e exibição de filme. Outra novidade é o espaço da dança neste ano: as mostras acontecem no novo Centro de Produção Cultural, Tecnologia e Negócios do Sesc-PE, parceiro do FIG este ano, e também espalhadas por vários pontos da cidade.


Promovida pela Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), a programação de dança do FIG 2022 busca refletir o panorama da linguagem em Pernambuco, no Brasil e no mundo. A diversidade é consequência desse olhar amplo que busca a pluralidade de corpos e ideias. Dançar como forma de contar histórias, denunciar, provocar, inquietar, incomodar ou mesmo causar encantamento.


“A programação foi criada pensando nesses apontamentos para o futuro: a dança negra, a dança inclusiva, a dança que parte da tradição, como a quadrilha, para se transformar em contemporânea, temos muita dança de rua, numa junção de profissionais consagrados e iniciantes que traduzem a força da dança em Pernambuco”, avalia Maria Paula Costa Rêgo, assessora de dança da Secult-PE.


Sergio Fernandes/Divulgação

O espetáculo “Impermanência”, de Hullipop, encerra a programação de Dança do FIG no domingo (31), às 16h, na entrada principal da Praça Euclides Dourado


Assim como em outras linguagens do FIG, a dança também reserva uma homenagem. Neste caso, ao coreógrafo André Madureira, fundador do Balé Popular do Recife e Patrimônio Vivo de Pernambuco, falecido em 2021. Em sua memória, o grupo de dança exibe no dia 25 o espetáculo Nordeste, criado por ele. O espetáculo celebra a existência do próprio Balé Popular, de onde saíram importantes dançarinos e brincantes de Pernambuco, a exemplo do Veio Mangaba, mestre Meia Noite, Grupo Grial, Raimundo Branco (Compassos), Antúlio Madureira, Peu Madureira, entre outros.


Confira a programação completa da Dança no App Guia do FIG na aba Programação/Artes Cênicas/Dança

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page